terça-feira, 16 de março de 2010

Conceitos Urbanos

O arquiteto, artista, designer ou qualquer articulador dos recursos aplicados ao ambiente social, deve ter em mente que seu papel não é de impor a sua própria vontade, e sim de propor experiências significativas para os usuários destes meios em conjunto e em consonância com a própria característica local, intrínseca a sua própria identidade.

A urbanidade acolhe uma diversidade incalculável de tribos, personagens, lugares, identidades, linguagens e estilos de vida. A percepção e a ação de cada pessoa difere em sua singularidade, promovendo uma série de conceitos, dos quais nos foram incitados a pesquisa: o flâneur, a deriva situacionista, o le parkour e o flashmob.

O Flâneur

Termo francês designado por Charles Baudelaire, ao estilo de vida do indivíduo que permeia qualquer ambiente, observando e valorizando cada detalhe daquilo que o circunda
. O flanêur é simplesmente uma pessoa que vê o mundo com olhos diferentes da maioria da população, a sua visão é com riqueza de detalhes, e detalhes nas coisas mais simples. [via Bárbara]


Teoria da Deriva

"A deriva é um procedimento de estudo psicogeográfico – estudar as ações do ambiente urbano nas condições psíquicas e emocionais das pessoas. Partindo de um lugar qualquer e comum à pessoa ou grupo que se lança à deriva deve rumar deixando que o meio urbano crie seus próprios caminhos [...] É pensar por que motivo dobramos à direita e não seguimos retos, por que paramos em tal praça e não em outra, quais as condições que nos levaram a descansar na margem esquerda e não na direita..." [via Wiki]

Le Parkour

O le parkour é uma nova prática esportiva, onde os adeptos utilizam do ambiente urbano como obstáculo para suas atividades, que resumem-se em escalar, saltar e interagir com as estruturas arquitetônicas e com a própria natureza, com o intuito de buscar sempre uma nova superação e um bom acondicionamento físico. A simplicidade do seu estilo de vida saudável revela um potencial naturalista que estes adeptos se propõem a exercer.


Flash mob

"São aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar determinada ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se reuniram. A expressão geralmente se aplica a reuniões organizadas através de e-mails ou meios de comunicação social." [via Wiki]

Existem diversas maneiras de se praticar um flash mob, essas aglomerações muitas vezes estão relacionados a acontecimentos importantes da época, portanto com um cunho mais crítico, ou simplismente com o intuito de popularizar a prática ou apenas chamar a atenção, sair da rotina. Abaixo como exemplo o Pilow Fight, realizado na Praça da Liberdade em Belo Horizonte em 2009.

video


Sendo assim, o arquiteto ou designer, como grande articulador destes eventos, dispõe de toda essa complexidade que a sociedade lhe impõe. Não é tarefa fácil fazer com que qualquer interferência física ou meramente visual tenha um significado plenamente concreto e pertinente, que possa definir de certa forma novos parâmetros de interação, e contribuir para a dialética entre o espaço vivido e concebido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário